Gazeta do RN

Polícia analisa imagens que podem revelar assassino de estudante de Goianinha

A adolescente Karolina Oliveira, de 16 anos, de Goianinha (RN), foi encontrada morta em Capim, na Paraíba.
A adolescente Karolina Oliveira, de 16 anos, de Goianinha (RN), foi encontrada morta em Capim, na Paraíba.

Já estão com a polícia as imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos localizados no percurso feito na noite da última segunda-feira, 5 de agosto, pela adolescente Karolina Oliveira Gomes, de 16 anos, em Goianinha, no Rio Grande do Norte, após ter saído de casa com destino à uma lan house. No estabelecimento, ela iria imprimir um trabalho escolar. Entretanto, a estudante não chegou lá nem retornou para casa, tendo sumido desde então.

Cerca de 24 horas depois, o corpo dela foi encontrado despido e esfaqueado em um canavial localizada na cidade de Capim, já na Paraíba, distante cerca de 70 km de onde ela havia sido vista. Ela também foi estrangulada.

Após o reconhecimento do corpo pelo pai no Instituto de Medicinal Legal (IML), em João Pessoa, que confirmou ser sua filha, o corpo seguiu para sua cidade natal no Rio Grande do Norte, onde está sendo velado nesta quinta-feira, 8 de agosto.

Segundo informações obtida por GAZETA DO RN, as imagens de estabelecimentos comerciais da cidade de Goianinha mostram a movimentação suspeita de um homem vestido de preto em ruas próximas ao trajeto feito por Karolina. Por isso, ele já está sendo procurado e é o principal suspeito do crime. A polícia não quis revelar linhas de investigação nem tampouco mais informações sobre as imagens.

Paulo Silva

Jornalista (DRT 2022/RN), potiguar de Natal (RN), escreve na Gazeta do RN desde 2016, e no Toda Disciplina e Rede Sinal, desde 2017. Contato: [email protected]

Add comment