Gazeta do RN

Notícias/Mossoró

Vereadora de Mossoró afirma que estudantes tem dificuldades com transporte coletivo

Estudantes universitários que residem em bairros mais afastados da área central encontram sérias dificuldades.

Vereadora de Mossoró afirma que estudantes tem dificuldades com transporte coletivo
Ediberto Barros / CMM
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A dificuldade para os estudantes chegarem ao seu local de estudo, em particular os universitários, entrou na pauta de discussão na Câmara Municipal de Mossoró. O tema foi levantado pela vereadora Marleide Cunha (PT) cobrando melhorias no serviço de transporte coletivo, que não tem atendido como desejado. Os estudantes universitários que, residem em bairros mais afastados da área central, encontram sérias dificuldades para fazer o percurso entre suas residências e as universidades, principalmente, em se falando da Universidade do Estado Rio Grande do Norte (UERN) e Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

A situação tem gerado preocupação para os estudantes que encontram dificuldades para chegar à sala de aula. “Lembramos que nos bairros mais afastados o transporte coletivo não chega”, reforça Marleide. Diante do quadro de deficiência do setor, os estudantes estão sendo obrigados a custear mais essa despesa, o que pode inviabilizar seus estudos já que parte deles não trabalham. De acordo com a vereadora, hoje todos sabem o quanto é caro esse serviço de transporte coletivo urbano.

Para complicar mais um pouco aquilo que já estava ruim, o ônibus que faz a última viagem na área das universidades, passa antes mesmo das aulas terminarem. “Isso obriga, por exemplo, uma estudante que reside no bairro Belo Horizonte pagar mais caro pelo serviço de moto-táxi ou Uber, chegando essa despesa extra ao valor de 200 reais ao mês”, narrou. Existem os casos mais graves ainda em que, mesmo saindo mais cedo e perdendo aula, alguns alunos ficam sem o transporte já que não existe em seu bairro a linha do coletivo. Diante do quadro de dificuldades a vereadora Marleide Cunha disse que é necessário discutir o tema e buscar soluções junto ao poder público.

Salários

A luta por salários mais dignos segue na preocupação da vereadora Marleide. Durante a sessão na manhã da terça-feira, 22, ela comentou sobre uma audiência que teria, ao lado do sindicato que representa os servidores do município, com o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra (SD). Lamenta a parlamentar que ainda existem pessoas que recebem abaixo do salário mínimo e espera que essa situação seja vista e resolvida a partir das conversas com o chefe do executivo.

Lembra a vereadora que a Casa acaba de aprovar uma reforma na previdência do município, Previ, e com ela foi aprovada uma alíquota de 14% e, com salários achatados, muitos deles, servidores, terão com o baixo salário que recebem dificuldades para pagar e o prefeito precisa resolver isso. A audiência com o prefeito aconteceria ainda na tarde da terça-feira, 22, no Palácio da Resistência.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é defato.com/home

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem para nossa Central de Atendimento.