Gazeta do RN

Notícias/Natal

Três pessoas são mortas a tiros na Zona Norte de Natal

Crime ocorreu em frente a um ponto comercial onde seria inaugurado um bar e petiscaria no próximo domingo no bairro da Redinha.

Três pessoas são mortas a tiros na Zona Norte de Natal
Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Três pessoas foram mortas a tiros na tarde desta sexta-feira (29) no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal.

O crime aconteceu na Rua Rio Salgado, por volta das 14h30, em frente a um ponto comercial onde seria inaugurado um bar e petiscaria no próximo domingo.

As vítimas não tiveram a identidade revelada pelas autoridades até a atualização mais recente desta matéria.

Testemunhas contaram às autoridades que os criminosos chegaram em um carro, se passaram por policiais, e atiraram contra as vítimas, que estavam na calçada do bar. Um deles era proprietário do empreendimento, foi atingido pelos disparos e morreu na calçada.

Segundo a PM, as outras duas vítimas chegaram a correr, mas foram perseguidas. Um homem foi baleado dentro do bar que seria inaugurado e o outro morreu dentro de uma casa que fica atrás do ponto comercial.

A PM fez diligências no local, mas não encontrou os criminosos. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foi acionado para recolhimento dos corpos e o caso será investigado pela Polícia Civil.

Sexta-feira violenta

Em menos de quatro horas, pelo menos seis assassinatos foram registrados em Natal e Região Metropolitana na tarde desta sexta-feira (29).

Outro crime aconteceu em Parnamirim, onde uma mulher foi executada dentro do próprio trabalho por um criminoso que entrou na loja e a procurou pelo nome antes de disparar tiros na cabeça dela.

No Bairro Nordeste, em Natal, um motociclista também morreu com um tiro após ser perseguido e derrubado por um carro. A Polícia Civil vai investigar se o caso foi originado por uma discussão de trânsito.

Em Macaíba, um homem foi morto a tiros e a mulher dele e o filho de 9 anos foram baleados e precisaram ser socorridos na UPA do município.

 

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem para nossa Central de Atendimento.