Gazeta do RN

Notícias/RN

Criança de 1 ano e 4 meses morre engasgada com uva no município de Felipe Guerra

Caso aconteceu na noite de quarta-feira (25) na zona rural de Felipe Guerra. Menina foi levada a hospital, mas não resistiu.

Criança de 1 ano e 4 meses morre engasgada com uva no município de Felipe Guerra
G1/RN
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma menina de 1 ano e 4 meses morreu depois de se engasgar com uma uva, na noite da última quarta-feira (25) na zona rural de Felipe Guerra, na região Oeste potiguar. A criança chegou a ser socorrida a um hospital, mas não resistiu.

A vítima foi identificada como Ana Lamonielly de Oliveira Silveira, de 1 ano. Segundo familiares, a criança estava comendo uvas no Sítio Arapuá, por volta das 18h40, quando os pais perceberam que ela se engasgou.

Eles teriam tentado fazer manobras de socorro, mas, como a menina continuava sem conseguir respirar, foi levada a uma unidade de saúde do município de Governador Dix-Sept Rosado.

De acordo com os familiares, o sítio onde a familia mora ficava no limite entre os dois municípios e o hospital de Dix-Sept Rosado era o mais próximo.

Porém, ao dar entrada com a criança na unidade, os profissionais constataram que ela já estava sem vida.

"Ela tinha costume de comer uva, uma uva sem semente. Era uma das comidas preferidas dela", disse um tio, que pediu para não ser identificado.

O corpo de Ana Lamonielly passou por perícia no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) e foi liberado para a família nesta quinta-feira (26). O sepultamento ocorreu no fim da tarde em Felipe Guerra.

A morte da menina comoveu a cidade. Em nota, a Secretaria Municipal de Assistência Social do município lamentou o falecimento da menina, que era atendida por um programa da pasta.

 

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem para nossa Central de Atendimento.