Gazeta do RN

Sabado, 24 de Fevereiro de 2024
Gazeta do RN
Gazeta do RN

Esporte

Comentarista aprova decisão de torcida mista em clássicos: “Era para ser meio a meio”

Para o jornalista esportivo Pedro Neto, a decisão é acertada, mas o ideal é que o espetáculo tivesse metade dos ingressos para cada torcida

Isaac Moisés
Por Isaac Moisés
Comentarista aprova decisão de torcida mista em clássicos: “Era para ser meio a meio”
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Nesta semana, o Ministério Público do Rio Grande do Norte, a Polícia Militar e a Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF) adiantaram que o Clássico-Rei, entre ABC e América terá a presença das torcidas das duas equipes. Antes disputados com a presença da torcida apenas do clube mandante, o principal clássico do futebol potiguar vai voltar a ter torcidas rivais, mas com apenas 10% dos ingressos destinados à torcida visitante. Para o jornalista esportivo Pedro Neto, a decisão é acertada, mas o ideal é que o espetáculo tivesse metade dos ingressos para cada torcida.

“Muito acertada a decisão do Ministério Público do Rio Grande do Norte em liberar as duas torcidas para os clássicos, né, ABC e América. Tanto no campeonato estadual como também na Copa do Nordeste. O único erro para mim é não ser meio a meio, no meio entendimento era para ser meio a meio, 50 a 50, ficaria bem mais bonito. Com certeza chamaria bem mais a atenção”, avaliou.

Ele se diz favorável à presença das duas torcidas de forma igualitária. “Aquelas bandeiras, bandeirolas, faixas, mosaico, tudo isso aí é muito legal. Eu sou totalmente favorável às duas torcidas. Repito, já ter duas torcidas 90% e 10% já é legal, agora se pudesse ter 50 a 50 seria muito mais ainda”, comemorou.

Continua depois da publicidade

Leia Também:

Pedro Neto ainda defendeu algo que contaria a favor da segurança pública e também do espetáculo, que seria a idealização de todos os clássicos na Arena das Dunas. “Eu bato na mesma tecla sempre, no meu entendimento, todos os clássicos deveriam ser no Arena das Dunas, todos, independentemente de quem está bem, quem está mal, de quem é o mando de campo ou não. Mas, pelo menos por enquanto, o ABC não abre mão de jogar no seu campo. Tudo bem, é o direito do ABC, mas eu vou repetir, seria bem mais interessante, muito mais bonito para todos, para todos mesmo”, pontua.

Para ele, a Arena das Dunas pode ser considerada a melhor arena do Brasil. “Você tem uma arena central, você tem diversos acessos, você tem tudo de bom que as torcidas precisam, então, no meu entendimento, isso é que seria interessante”, diz.

Entenda a decisão do MPRN

Nos últimos dias, já havia sido decidido que o clássico a ser disputado pela Copa do Nordeste, em março, haveria situação dupla. A partida será válida pela sexta rodada da fase de grupos da competição regional. Agora, os torcedores das duas equipes também poderão marcar presença nas partidas pelo Campeonato Potiguar.

“Foi uma reunião proveitosa, foram colocadas na mesa várias propostas. Claro que nós sabemos das dificuldades, sabemos das situações que poderão acontecer, mas a Polícia Militar é preparada, nós confiamos nela e eu tenho convicção de que a gente vai trilhar o caminho de um trabalho com segurança”, disse o promotor de Justiça Luiz Eduardo Marinho.

O Secretário de Segurança do Estado do Rio Grande do Norte, Cel. Francisco Araújo, reforçou o empenho das forças de segurança para garantir a tranquilidade do evento. “Estamos acordando junto com a Federação e o Ministério Público o emprego e o empenho das forças de segurança pública para garantir os jogos com as duas torcidas nos estádios do Rio Grande do Norte”, declarou.

O comandante da PMRN explicou que as análises de trabalho serão feitas a cada partida. “Teremos uma verificação, uma análise a partir desses próximos jogos, mas, a princípio, teremos um policiamento em todos eles, garantindo a presença das pessoas que queiram se divertir, ir aos estádios, aproveitar e torcer pelo seu time. Teremos que manter contato também mais próximo e aprofundado com as torcidas organizadas em algumas situações para que esse monitoramento seja feito”, explicou o Cel Alarico Azevedo.

Para o presidente da FNF, a maior vitória fica para o futebol e a família potiguar. “É uma evolução natural, reintegrar as famílias, os cidadãos de bens ao futebol potiguar. Compreender que isso é uma atitude importante com apoio fundamental da polícia militar, o acompanhamento efetivo do MPRN, esse conjunto de ações vai nos proporcionar essa possibilidade já no primeiro ABC e América. Certamente ganham todos com a volta da família a campo”, registrou.

FONTE/CRÉDITOS: AGORA RN
Comentários:
Isaac Moisés

Publicado por:

Isaac Moisés

Repórter estagiário Estudante Colunista Escritor

Saiba Mais
Crianet
Crianet

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!